SAC 0800-VEDACIT 0800-833-2248 de Segunda a sexta das 8h às 17h45

COMPOUND COAL TAR EPOXY

  • Galão de 2,7 litros (A+B)Galão de 2,7 litros (A+B)
Informações do produto Baixar FISPQ
COMPOUND COAL TAR EPOXY apresenta ótimo desempenho como revestimento protetor de superfícies metálicas e de concreto, em condições de alta umidade, imersão e intempéries. Depois da cura total, apresenta uma superfície dura e com grande resistência ao atrito. Resiste às soluções diluídas, ácidas, alcalinas e à água do mar.

Características do componente A

Densidade: 1,47 g/cm³
Aparência: Líquido Inflamável
Composição básica: Resina epóxi.

Características do componente B

Densidade: g/cm³
Aparência: Preto(a)
Composição básica: Alcatrão de hulha., Poliamino-amida.


Validade: 24 meses


Campos de Aplicação

  • Sobre superfícies metálicas e de concreto em:
  • -obras hidráulicas;
  • -redes de saneamento;
  • -tubulações;
  • -portos, docas e comportas.

Preparo do substrato

-Superfícies cimentícias A superfície deve estar limpa, íntegra, seca e sem impregnação de desmoldantes, agentes de cura, pintura antiga ou qualquer outro material. Caso haja falhas ou fissuras, estas devem ser tratadas e corrigidas antes da aplicação. Promover o lixamento das superfícies cimentícias de forma a remover a nata superficial de cimento. Para aplicação em estruturas novas, o concreto deve estar completamente curado. Para superfícies de concreto com elevada porosidade, recomenda-se executar, antes da aplicação, um estucamento com pasta de cimento aditivado com adesivo acrílico, como o VEDAFIX. -Superfícies metálicas. A superfície deve estar limpa, íntegra, isenta de oxidação ou vestígios de pintura antiga ou qualquer outro material. Caso haja oxidação na superfície promover o tratamento mecânico de forma a remover todo o resíduo. Em seguida, aplicar 1 demão de um primer anticorrosivo à base de zinco para metais, como o ARMATEC ZN. Aguardar secagem mínima de 3 horas, na temperatura de 25 °C, do primer anticorrosivo.

Preparo do produto

Executar uma pré-mistura dos componentes A e B separadamente, em suas respectivas embalagens. Adicionar então o componente B na embalagem do componente A e misturar perfeitamente os 2 componentes, utilizando uma espátula ou misturador mecânico, até a obtenção de um material homogêneo.

Aplicação

COMPOUND COAL TAR EPOXY é aplicado como pintura, com trincha, vassoura de cerdas macias, pincel ou rolo de lã de carneiro de pelo curto, em demãos, respeitando o consumo por m² para cada campo de aplicação, com intervalo mínimo de 8 horas, na temperatura de 25 °C. Sobre superfícies de concreto, a 1ª demão do COMPOUND COAL TAR EPOXY deve ser diluída em, no máximo, 5% de SOLVENTE EPOXY para proporcionar melhor penetração do produto. As demais demãos devem ser aplicadas sem diluição. O tempo total de secagem é de 7 dias, na temperatura de 25 °C. Somente depois desse período as superfícies podem ser colocadas em uso.

Consumo aproximado

-superfícies de concreto - mínimo 700 mL/m²;
-superfícies de aço - mínimo 450 mL/².

Rendimento

Galão de 2,7 litros (A+B) - Superfícies de concreto - 3,90 m² / Superfícies de aço - 5,85 m²

Armazenamento

Estocar o produto em local coberto, fresco, seco e ventilado, fora do alcance de crianças, animais e longe de fontes de calor.

Atenção

Geralmente, para atender ao consumo por m² na aplicação, são recomendadas entre 2 e 3 demãos, com espessura uniforme. Manter o ambiente ventilado durante a aplicação. Evitar a inalação dos vapores e manter longe das fontes de calor. Aplicar com tempo estável. O tempo de secagem varia de acordo com a temperatura ambiente. Recomenda-se cobrir objetos a fim de evitar danos com respingos. Lavar as ferramentas com SOLVENTE EPOXY imediatamente após o uso. Manutenção: esse produto, segundo a ABNT NBR 15575 - Edificações habitacionais - Desempenho, é considerado manutenível. ADVERTÊNCIA Não aplicar demão muito espessa (acima de 1,5 mm), pois pode ocasionar a secagem parcial, ou seja, apenas a camada superficial seca, mantendo o interior da demão no estado fresco podendo acarretar a perda de desempenho do produto, além de aumentar o tempo de secagem entre as demãos. COMPOUND COAL TAR EPOXY não deve ser aplicado em superfícies com presença de umidade. Em locais sujeitos a umidade proveniente do solo, verificar previamente a impermeabilização do piso. Não aplicar sobre cera, óleos, resíduos de ácidos ou resinas remanescentes, pois ocasionam o surgimento de manchas na superfície e má aderência do produto. COMPOUND COAL TAR EPOXY não deve ser usado em caixas-d'água potável e reservatórios. A embalagem do COMPOUND COAL TAR EPOXY não deve ser reutilizada.

Meio ambiente

Contatar o órgão ambiental local, no caso de vazamento ou contaminação de águas superficiais, mananciais ou solos. Descartar os resíduos em instalação autorizada, de acordo com a legislação ambiental vigente. Descartar os resíduos em instalação autorizada, de acordo com a legislação ambiental vigente. Evitar que o produto atinja bueiros e cursos de água.

EPI (Equipamento de proteção individual)

  • Óculos de segurança
  • Máscara semifacial com filtro adequado para vapores orgânicos
  • Luvas de PVC.
  • Avental de PVC.

Primeiros socorros - Componente A

  • Contato com os olhos: lavar com bastante água corrente, durante pelo menos 15 minutos. Procurar um médico.
  • Contato com a pele: remover o produto com pano limpo. Lavar com bastante água corrente e sabão neutro.
  • Inalação: remover para ambiente fresco e ventilado.
  • Ingestão: não provocar vômito. Procurar um médico.

Primeiros socorros - Componente B

  • Contato com os olhos: lavar com bastante água corrente, durante pelo menos 15 minutos. Procurar um médico.
  • Contato com a pele: remover o produto com pano limpo. Lavar com bastante água corrente e sabão neutro.
  • Inalação: remover para ambiente fresco e ventilado.
  • Ingestão: não provocar vômito. Procurar um médico.

Dados técnicos

Ensaios

Código Ensaio Laboratório Observações
RE 0271/02Determinação de espessura da película secaInstituto Mauá de TecnologiaESPESSURA POR DEMÃO (MICROMETRO)----------43

RESULTADOS OBTIDOS EM CONDIÇÕES LABORATORIAIS
RE 23377/01Verificação de Aderência em Cordoalhas de AçoL.A. Falcão BauerCARGA (KN) LOCAL DE RUPTURA

168 NÃO APRESENTOU RUPTURA

187 NÃO APRESENTOU RUPTURA

ENSAIO REALIZADO PARA VERIFICAÇÃO DA ADERÊNCIA DA TINTA POR TRAÇÃO

RESULTADOS OBTIDOS EM CONDIÇÕES LABORATORIAIS
Galão de 2,7 litros (A+B)
Voltar ao topo
©2019. Todos os direitos reservados.
Associado